sábado, 12 de dezembro de 2015

Os três principais grupos de mochilas de fuga e evasão (BOB).

Se você achava que só havia um tipo de Bug out Bag ( Mochila de emergência ou evasão) precisa ler esta matéria onde vamos listar os 3 principais grupos que compõe este conceito.



Uma BOB,  a sigla em inglês para BUG OUT BAG, é uma bolsa ou mochila pré preparada para ser usada em emergências onde o operador deve abandonar a base em caso de risco eminente.
 Exemplos são: alagamento, terremoto, incêndio, tremor de terra que force uma saída imediata do abrigo primário. Ameaças como pilhagens, bombardeios e zonas de guerra, evacuações em massa etc também se enquadram neste conceito.

Existem por definição 3 tipos básicos de BOB, as "Bug Out Emergency Kit" ou BOEK para 72 horas, as "Bug Out Long Term ou Bug Out Self Relliance" que são montagens a longo prazo e as "Bug Out Strategic Survival Kit" que são bolsas de translado, a seguir vamos tratar de cada uma delas, e com um pouco de pesquisa não vai ser difícil encontrar outros tipos, mas estes são os tres maiores grupos e abrangem quase a totalidade das BOB.

BOEK- Bug Out Emergency Kit - Mochila de emergência para 72 horas.


O que caracteriza uma BOB é sua mobilidade, o fato de estar em uma bolsa, mala ou caixa e sair junto do operador durante a crise, existe muita confusão neste tipo de montagem com o kit básico para emergências domésticas, de fato, um operador inteligente mantém seu kit básico de emergências doméstico em uma bolsa, já que as funções dos itens são praticamente as mesmas, a grande diferença é que a BOEK vai ter itens como lonas, cordas, capas de chuva e talvez uma forma alternativa de cozinhar, ou seja, tem alguma funcionalidade prevista para que o operador saia de casa:

Itens padrão de uma BOEK por pessoa:

  • Agua - 3 dias
  • Lona + cabos e cordame.
  • Capa de chuva
  • Lanterna e pilhas para 72 hs
  • Alimentos prontos, geralmente 6 refeições liofilizadas, latas ou farináceos
  • Cobertor ou saco de dormir
  • Papel Higiênico
  • Muda de roupas, meias e itens de higiene pessoal,
  • Kit 1º socorros peq  e remédios de uso contínuo,
  • Dinheiro,
  • Documentos, 
  • Uma ferramenta, alicate multifunção, faca ou machadinha.

É uma configuração montada geralmente para áreas urbanas onde há presença de uma força de resgate atuante, que vai oferecer auxilio e socorro em no máximo 3 dias. A tralha compõe o mínimo necessário para garantia da vida e algum conforto.

BOLT - Bug Out Long Term - Mochila de Autossuficiência



Imagine um colapso do tipo que deixe a humanidade de joelhos, que o obrigue a pegar uma bolsa e ir para uma área remota (ou hostil) sem previsão de volta, esta é a BOLT apelidada nos fóruns de sobrevivencialistas de BOB MAD MAX, por conta de sua relação com um cenário onde não se há mais
nenhuma ordem ou lei. Sua principal característica sempre é garantir a subsistência do usuário.

É praticamente impossível fazer uma lista clara dos itens de uma MadMax mas algumas subdivisões surgiram:

  • Subsistência básica - Geralmente uma boa tralha de acampamento moderna, adaptada a região onde o operador pretende se alojar, um mix com algum tipo de arma, ferramenta e kits para caça e pesca.
  • Colono ou  "chegar e ficar" - Mochila praticamente formatada com ferramentas primarias que vão ajudar o operador a "construir" o que precisa para sobreviver em locais inóspitos, estas configurações lembram muito super kits de bushcraft, apostam em fortes abrigos naturais, caça, pesca e manutenção de recursos naturais locais.
  • Paramilitar - Creio que nem precisa explicar demais, é uma montagem voltada pra guerra, para se manter através da força, são mochilas baseadas em armas, equipamentos táticos, com amplo emprego de camuflagens, blindagens, e recursos que ofereçam vantagem ao usuário. São extremamente populares nos EUA entre os preppers "patriotas" e é perfeita para quem pretende se unir a uma milicia ou grupo militar de resistência.

Existem alguns conceitos que quase todas as BOLT tem em comum:

  • Kit médico aprimorado, com presença de medicamentos mais fortes ou controlados de uso hospitalar e um grande foco em antibióticos
  • Meios de purificação e manutenção de água
  • Aparatos geradores de energia, mesmo o mínimo do mínimo para lanternas, rádios etc,
  • Qualidade - Quem aposta em mochilas para sobrevivência de longo período sabe qua não vai poder voltar na loja para trocar a faca que quebrou ou a panela que furou, investe em itens de boa qualidade e confiança.
  • Foco em capacidades - Seja nas habilidades de sobrevivência primitiva, treinamento em combate, resistência física ou quanto o operador consegue suportar psicologicamente ou fisicamente, TODAS as BOLT tem grandes exigências pessoais agregadas.
  • Alimentação inicial - Tem a jornada, depois tem que montar o campo, cuidar da segurança, dos ferimentos, do cansaço, tudo isso antes de caçar, montar armadilhas, pescar ou saquear um mercado abandonado, não importa há uma imensa carga de energia inicial gasta e que deve ser reposta antes que a situação se estabilize.
  • Ferramenta - Não importa a configuração, os colonos com seus machados e foices, os acampadores com seus facões e os milicos com suas demmolition tools, todas as BOB tem uma ferramenta de porte .

 BOSS KIT - Bug Out Strategic Survival Kit - Mochilas de evasão estratégica.


Você tem um plano que é sobreviver em casa até onde der, mas se a crise apertar você junta a tralha e vai para uma base secundária que está preparada para te receber.
Nesta base você terá comida, agua e ferramentas para se manter tempo suficiente até que a crise acabe, mas você precisa chegar lá, esta é a concepção desta Bag, levar o operador de um ponto a outro em segurança, trocando em miúdos garantir a viajem.

Estas BOB tem tantas flexões que podem ir até o limite dos veículos de fuga, já que no preparo vai além do básico em sobrevivência, materiais como mapas e outros itens de navegação estão presentes, combustíveis, calçados extra, armas e alimentos de marcha, que não precisam de preparo para o consumo.

Sua grande característica é o volume reduzido, leveza da composição e discrição, já que a idéia é passar batido e chegar na base secundária em segurança. Por principio, julga-se seguro manter o abrigo secundário a no MÀXIMO 300 km de distancia, cerca de 4 horas em um carro ou moto.

 Considerações


Acho que o post ficou bem completo e explica bem os diferentes tipos de Mochilas de fuga, mas não deixem de colaborar com suas impressões nos comentários.
Por conta de minha configuração familiar, minha opção  é uma MADMAX, mix de subsistência básica e colono (por conta das ferramentas), lembrando que tenho meus planos de evacuação e base secundárias já bem estruturados, mas nunca se sabe né... Uso a mochila também como plataforma para aprimoramento de técnicas e habilidades, já que não tenho itens em  duplicidade para manter um kit sempre em prontidão.

Abraços e não deixem de compartilhar esta postagem para amigos e outros interessados no tema.

Batata.



Translate

Publicidade