terça-feira, 5 de junho de 2012

Shemagh - Usos na sobrevivência.


Para de preconceito rapaz, o shemag é um baita item de sobrevivência
Canso de ver grandes homens, de todas as origens, etinias e classes sociais passando suas idéias na internet, e MUITA gente que só ganha com este conhecimento ao invés de  e apegar ao TEMA ou questionar a IDËIA,  posta comentários podres, preconceituosos e que nada tem a ver com o que o caboclo fala lá.





O shemagh é um lenço árabe que vc cansou de ver na cara de terroristas, guerrilheiros árabes, nomades e nos vídeos de hollywood, automaticamente vc é levado a ter um CONCEITO da peça e torcer o focinho no seu uso/emprego.


Ocidentais adoram assossiar o item a fardas e visuais militares, porra, é muito mais que isso!!!
Mas vamos ser sinceros,muitos de nós usamos tralhas e equipamentos de origem militar, e vá pra PUTAQUETEPAREO o pião que nunca reparou que tem bushcrafter muito mais bem paramentado de fardamento e equipamento que muita unidade militar do planeta. Fora armas, tem cara que usa farda, cinto, suspensório, mochila, colete tático, coturno POR FORA DA CALÇA, faca de combate, se vc se atreve a chamar o cara de MILICO o pau fecha, vão correr alegações que o equipamento é melhor e blá blá blá...

Ai vem um pangaré destes, bushcrafter MILICO, e diz que um lenço que nasceu da cultura de sobrevivência de um povo é coisa de terrorista... então civil de farda é paramilitar?



Que se explodam os preconceituosos, o Shemagh é um baita item, e acredite, é usado por diversos povos, de franceses e alemães,passam pelos russos e tem seu apice nos paises árabes, onde culturalmente é usado como turbante, aqui no Brasil, seria como o clásico boné que vemos nas ruas, com suas versões maculinas e femininas.

No vídeo mostro alguns modelos, mas deixo uma dica valiosa, qualquer Shemagh feito por você adaptado ás suas necessidades é muito mais Shemagh que este lenços americanizados vendidos pela net por 40 contos de réis.



Shemagh tático é um termo inventado de fato, mas não por árabes, a origem do termo veio dos russos que combateram no afeganistão e depois voltaram para suas terras geladas, os soldados não abandonaram o uso dos lenços mas o adaptaram, trocando o clássico e famoso formato quadrado por um retangular, substituiram o tecido por pesadas mantas de lã ou sintéticos quentes e resistentes.
Além da óbvia camuflagem, na amarração de balaclava o lenço protege a respiração contra fumaça e aé contra alguns gases como o lacrimogênio.
A unidade militar russa Spetsnaz realiza treinamentos onde o lenço funciona inclusive como escudo no braço para combates de faca e garrote de estrangulamento. O Shemagh russo entra muitas vezes no formato de bandana SOB o capacete. O formato dupla face garante boa cobertura de camuflagem, com 2 opcões de estampas para atiradores de precisão.



Quanto mais se estuda o Shemagh, mais e mais aplicações aparecem para uso do lenço num cenário de sobrevivência. Aqui no Brasil você não precisa estar na caatinga ou no extremo e frio sul para usar o lenço, qualquer um que opere sob sol, vento em ambiente hostil ou na selva vai colher enormes benefícios deste verdadeiro equipamento de sobrevivência.
O shemagh pode ser usado como uma Bandana, véu facial, cachecol, guarda sol improvisado, Pode-se fazer uma Funda, um tipo de arma rudimentar, substituir meias, servir como bolsa, toalha, corda curta, filtrar impurezas superficiais da agua, travesseiro, compressa, sinalização de emergência, bandeira, bandagem, pavio, saco de comida, coletor de agua.
Você pode improvisar uma Joelheira, venda para os olhos, usar como papel higiênico ou absorvente feminino se não houver mais recursos, foi um clássico coador de café para os soldados russos que deixavam as manchas pra colaborar na camuflagem , cinto improvisado, rede de pesca, é possível criar uma cadeira do mato para descansar o esqueleto ou um torniquete.
A fibra de algodão faz ótimas iscas de fogo e funciona muito bem como atadura, cobertor, luva improvisada para segurar peças quentes, peça de camuflagem, máscara, é uma clássica tipóia para um braço machucado, alguns usos mais extremos vão de garrote para estrangulamento, escudo de braço para knife combat, protetor de pescoço em jogos airsoft e paintball.
Acredite, estes são só os usos mais comuns e difundidos, com um pouco de pesquisa você encontra inúmeras formas de usar e portar seu Shemagh, além de outros diversos usos e aplicações em cenários onde os recursos são escassos ou controlados.




Dente outros usos estão as clássicas tipóias de imobilização, mosquiteiro, abrigo, coberta, cobertura de camuflagem, divérsos usos em chapéus, gorros, balaclavas, bandanas.



O Shemagh é item imprencindivel em areas desérticas ou no frio extremo, mas matas deixam o rosto livre de insetos e protegem a face de arranha gato, galhos e muitas outras ameaças que ficam na altura dos olhos.



Um óculos escuro de proteção é o complemento perfeito na minha opinião, caso numa ida para a mata vc precise correr da onça, verá como o shemagh pode ser util.

Portanto chega de preconceito, se vc pensa em sobrevivencia, coloque olenço no seu pacote básico que o trem é bão!

é unisex!
 Curiosidade: Snipers e seus Shemag scarf !















Até mais!

Translate

Publicidade