Manual Guia do Sobrevivente

Manual Guia do Sobrevivente
Sobrevivencialismo e Preparação

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

BUTICRETI no Sitio dos eucaliptos.


 BUTICRETI no Sítio dos Eucaliptos.

Acho que neste fim de semana eu aprendi algumas coisas... Chegamos no Sitio logo cedo e fomos recebidos pela ventania 24 hs presente durante todos os dias e o clima ameno que nos acompanhou. O objetivo era só papear e nos conhecermos... já na chegada começa a coleta: Algodão de paineira, cactos e folhagens diversos, neste ponto assistimos as observações pertinentes do Edgar ... campo montado, e o costelão assando no fogo de chão foi coroado com o café campeiro do Edu... Divida antiga este café no mato... Acho que neste ponto começa a exploração do local, minuciosamente preparado para ser uma reserva de educação ecológica.


 Mas conforme prometido, caímos pra cidade para conhecer o museu, e o Giu parecia criança na loja de brinquedos, o detalhe é que só quem estava lá e viu pode testemunhar o tamanho do conhecimento real deste homem na história primitiva. O fim de tarde foi recheado de nós, amarras, montagens de estruturas e golpes de machado na lenha, o friozinho coroou a canseira e depois da sopa na panela de ferro e do vinho quente todo mundo desligou, e fomos ninados pelo sopro do vento.

 Descrever o sábado é até covardia, amanhecer, fogo, café, mingau de aveia pão de caçador com manteiga aviação e mal terminou o desjejum inicia-se o rugido do chumbo num torneio improvisado de tiro ao alvo, e a partir daí, pra mim pelo menos foi quase empírico: Arquearia, banho em nascentes e cachoeiras, exploração de pedra, plantas , animais, terra, vento, entalhes e produção de peças rústicas que o Vini (Doravante chamado de  Giutoniolo Junior) fez com habilidade ímpar, é um absurdo de informação e sabedoria compartilhada em cada tiquin de conversa, rolou parede de apara de toras pra cortar vento, construíram mesas, bancos, pregadores de roupas, suportes, tripés, estacas, espetos, grelhas, contêineres de material natural, rolhas, entalhes... e acreditem, fizeram até um busto/caricatura em 3D do Sr Giuliano entalhado em um galho de goiabeira seco. Foi uma enxurrada de conhecimento coroada com uma baita comida mateira e horas de papo a noite, em volta da fogueira, e mesmo ali entre meus ídolos, as histórias de terror, medo e onça fez marmanjo dormir agarrado no facão! EYA!!!!!!!! Viu escoteiros, fogo de conselho com histórias de medo sempre funcionam! hehehe.

Domingão acordamos com pão quente, manteiga aviação e frutas, e o enredo não mudou, e foi de afiação de facas a confecção de cordas de fibra natural, rolou até silex sendo moldado e um frango trinchado com facas incríveis e muitos, muitos videos. Foi um fim de semana onde o cheiro do acampamento dava gosto de estar lá, o fogo não apagou, e cada um que esteve lá certamente vai se lembrar de algo, não só pelo mato em sí, mas pelas pessoas.

Havia no ar uma sensação estranha, um ar que de que todos já haviam feito aquilo juntos muitas e muitas vezes, havia uma sintonia de pensamentos, de ideias e de amizade. Todos os participantes passaram 3 dias respirando "BUTCRETI", e foi quase de A a Z, sem efetivamente NADA ter sido combinado, pensado ou deliberadamente programado.

Eu cheguei em casa com as costas moídas, a alma lavada, a cabeça cheia de ideias, conhecimento e informação, o maxilar dói até agora de tanta risada.

Por favor, não me pergunte o que eu fazia entre estes caras tão fodas, não sei dizer, posso responder com certeza que fui o cozinheiro, e não vejo como agradecer pela oportunidade desta experiência a cada um dos presentes, mas, algo eu posso dizer, os homens por trás da imagem do YouTube são infinitamente melhores do que a imagem que passam, e se lá já são bãos...

Translate