Manual Guia do Sobrevivente

Manual Guia do Sobrevivente
Sobrevivencialismo e Preparação

sábado, 22 de setembro de 2012

Preparados para o Fim - 1



PORRA! Que nome mais infame NatGeo!



A produção fala de diversos preparadores americanos onde cada sobrevivencialista mostra sua estratégia alpha, sem no entanto FRISAR DELIBERADAMENTE o fim do mundo. É o maldito conceito de perverter um titúlo para impressionar e chamar audiência.

A sigla  TEOTWAWKI, significa o fim do mundo como nós conhecemos, uma mudança drástica em nossa realidade ou rotina de vida, e não uma hecatombe global, embora de fato, para alguns este seja mesmo o fim. Já vi autores usando a sigla para mostrar como as preparações seriam úteis caso o provedor da familia venha a falecer, caso percam seus estáveis empregos, suas casas, filhos e até para acidentes e colapsos.

Mas não deixem que o titulo afete seu conteúdo ou julgamento, a série é muito boa, mostra sobrevivencialistas dos mais diversos e nos mais variados ambientes, indo do suburbano típico, passando pelas metrópoles e áreas rurais e ermas, trocando em miúdos, em algum momento você brasileiro irá enchergar alguma similaridade com nossa própria infra estrutura.



Talvez nós brazucas achemos algumas coisas engraçadas, ou no minimo estranhas, como ver o preparador guardando 1.500 litros de agua em casa, hahaha , lá o abastecimento é em sua maioria direto galera, sem as nossas caixas dágua, porisso a estranhesa, no brasil é muito comum se ter 2, 3 caixas em uma casa comum, no minimo uma caixa tem e são raras as casas que não a possui, sobre isso tem prós e contras, se por um lado cada casa tem um suprimento estacionário, o que é uma grande vantagem para o preparador, pois, para melhorar basta trocar só a caixa por uma maior ou instalar outra sem grandes gastos, por outro não monitorar o sistema pode ser uma grande irresponsabilidade do sobrevivencialista, pois a CIA de abastecimento, se fizer uma cagada qualquer pode contaminar TODO seu suprimento, basta em algum momento, o esgoto vazar e se infiltrar na terra, no lençol freático e comprometer o suprimento queé bombeado para as casas.

Eu sei, uma simples válvula ( que já existe) resolve tudo, DESDEQUE vc saiba a hora certa de fechá-la. Percebeu o quanto é importante conhecer as fontes de abastecimento de sua cidade, saber como funciona, de onde vem os recursos e pra onde vão os refugos?
 

É neste ponto que o sobrevivencialismo ultrapassa os muros e o seu bem montado FEUDO se dá conta que está em um meio social, cercado de pessoas que são verdadeiras ovelhas do sistema, que sem imaginar o risco que correm, colaboram muitas vezes para ferrar mais ainda o ambiente que vivem.








As enchentes são muitas vezes provocadas por lixo, não adianta nada canalizar córregos e fazer piscinões se as bocas de escoamento estiverem entupidas por uma verdadeira barragem de lixo. O patife joga a merda do lixo dele no ribeirãozinho e o riacho na chuva devolve tudo pra casa dele.

Mas enfim, meios sociais são tensos de se discutir e vamos voltar ao tema do programa...

A indústria da alimentação norte americana dispõe de centenas ou milhares de opções de alimentos de longa duração industrializados em quase todo lugar do país, isso explica aquele volume absurdo de comidas guardadas, infelizmente, aqui nossas opções são bem limitadas a uma meia dúzia de sabores enlatados e um pouco mais nas embalagens plásticas aluminizadas.



Mais uma curiosidade, AQUELAS pessoas representam grandes grupos com alguma similaridade, e são de alguma forma atuantes no meio, a NatGeo propositadamente selecionou alguns, com estratégias e metodos, ambientações e lugares diferentes justamente para aplicar o conceito de que não importa onde vc esteja, prepare-se.



Cody Lundin é um sobrevivencialista, minimalista e primitivista que mora num DESERTO, nesta linha está o Joe, que treina os filhos na floresta em tecnicas sustentáveis de sobrevivencia sacaram? Um outro exemplo é o SHTFSURVIVALIST, um mega preparador que tem um dos melhores canais do youtube, sua base é no centro de uma metrópole, como alguns que aparecem na série, o que também serve de parametro de exemplo somente. 



Se vou tirar meu filho da escola para treina-lo como um sobrevivente? Nem fudendo manolo! Ele aprende nas horas vagas, tem  limite pra tudo nesta vida, e na hora certa ele aprende, nem que seja na marra! 



Agora vamos nos preparando para o fim desta postagem, sem trocadilhos infames, deixando a pergunta:

E você, está preparado para o TEOTWAWKI?

Translate