Manual Guia do Sobrevivente

Manual Guia do Sobrevivente
Sobrevivencialismo e Preparação

terça-feira, 17 de abril de 2012

Kit de emergência médica: By Dr R.D.M.

Caras, agora a coisa realmente está ficando boa.

Conheci o Dr R. através deste humilde canal sobrevivencialista e desde então temos mantido algum contato, menos do que eu gostaria, acreditem.

O quão valioso é possuir conhecimento médico num cenário de SHTF?, Muito eu lhes digo, o material que vou publicar, escrito por ele, fala sobre um kit básico de socorro médico.



Dr R é medico especialista em anestesiologia com especialidade em intervenção medica de urgência, foi um dos formadores do SAMU em sua cidade, Pai, Consciente e Sobrevivencialista e nos enviou um texto incrível que publico na integra:


" Kit de emergência médica:

É sem duvida um responsabilidade falar sobre um assunto depois desse assunto já ter passado pelo crivo do Mestre Giuliano Toniolo.

Vejam o vídeo com certeza absoluta irá acrescentar muito na sua experiência e preparos de sobrevivencialista.

Existe sem sombra de duvidas um divisor de águas em que quer praticar buchcraft por lazer e daqueles que procuram no mato um abrigo seguro em uma situação de colapso, apesar de eu enxergar uma enorme diferença entre os dois existe também algumas semelhança pois aqui estamos.

Kit de primeiros socorros tanto praticante de bushcarft quando para o sobrevivencialistas.

Proponho dividir esse kit em determinadas partes, conforme a função de determinados itens:

Hemostasia: por definição é um meio de conter ou diminuir de forma eficiente o sangramento de uma ferida.
02 Bandagem Israelense (ótimas para curativos compressivos - ebay*)
02 pó hemostáticos (aplicação do pó diretamente na ferida com estancamento eficiente do sangramento - ebay*)
* Esses dois produtos infelizmente são encontrados apenas há venda pelo ebay e são utilizados pelo exercito norte americanos.
02 rolos de atadura crepe (essas que vendem em rolos o ideal seria um rolo de 10 cm de largura)
02 pacotes de gaze (com pelos menos 10 gazes por pacote)
01 rolo de esparadrapo ou fica crepe para curativos
Alguns band-aids,
Viajando na batatinha, existem kit´s americanos para pequenas suturas, acredito até que sejam validos, porem é necessário que a pessoa que esteja carregando esse kit tenha pelo menos noção básica de como realizar uma sutura.
Medicamentos:
Clorin esse é usado para purificar água para poder limpar a ferida.
Tintura iodo 2%
Anaseptil pó de 10g (antibiótico)
Dipirona (pode ser a comprimido de 500mg que funciona com analgésico e antitérmico ou associação de dipirona com cafeína “neosaldina” melhor para dores de cabeça)
Diclofenado (anti-inflamatório)
Analgesicos Opióides - Ultracet  (pessoalmente não gosto da coldeina, prefiro tramal com paracetamol)
Aspirina (bom analgésico)                   
Pomada de preferência a base de hidrocortina ou beclametasona.
Assessórios:
Uma tesoura.
Uma lamina de bisturi (pode comprar em uma casa de produtos médicos ela já vem uma embalagem metalizada e estéril)
Uma bandana triangular,
Uma pinça
Gostei muito da ideia do colega em colocar uma Leatherman micra no kit

Agora o assunto que para mim é Calcanhar de Aquiles:

Um irmão sobrevivencialista falou de dificuldades de conseguir antibióticos e analgésicos potentes em uma situação de colapso, bem vamos iniciar pelo antibióticos chamando esses de ATB para simplificar, para cada infecção em especifico existem um ATB melhor indicado, são raros o ATB polivalente desses que matam tudo... e quanto maior o espectro de ação dos ATB maios a reações adversas, por exemplo tive uma pneumonia grave com febre alta e necessidade de internação, o ATB indicado no inicio dos sintomas que causou um quadro de psicose horrível, tive um série de pesadelos que me levou a abandonar o tratamento (feito colateral descrito na bula), outros efeitos vão de diarreias com desidratação e cólicas.
Quanto aos analgésicos forte, principalmente os a derivados da morfina alem de poder levar a obstinação, sonolência e letargia podem ainda ter uma variação enorme no efeito dependendo do paciente, o exemplo clássico disso é a codeína que como não tem ação direta sendo necessário sem metabolizada pelo corpo sendo transforma de codeina para sulf. De morfina pode levar aos extremos... não retirar a dor ou nocautear o indivíduo no meio do mato.

Bem fico a disposição para tentar dentro das minhas limitações poder ajudar os amigos.

Obs: Giuliano sou seu fã, parabéns velinho você em seus vídeos transformou minha maneira de ver o mato, espero sinceramente ter tempo de poder fazer o curso com você ai em Minas."



Eis a fera!!!

Translate