domingo, 21 de agosto de 2011

Agua sanitária : Bom, barato e com 1001 utilidades.

  Bóra lá cambada, bom dia/noite, 
Sua capacidade de sobreviver exige que vc use agua, que se limpe e desinfete coisas, óbvio que o mercado vai entupir suas idéias com inumeros produtos, mas optei para meu KIT apocalíptico(kkk) a agua sanitária( cloro), por conta de seus diversos usos, a facilidade de armazenar e lidar com ela, lá embaixo depois  das pesquisas e aplicações, deixo o Kit que formei para meu uso aqui e mais uma série de dicas, não sou senhor da verdade, aceito sugestões e imploro para que pesquisem mais, o que pode ser uma solução pra minha realidade, pode não servir pra vc
Pesquisa conclui: somente a água sanitária é capaz de limpar verduras e legumes
Ingerir alimentos mal lavados pode oferecer certos riscos à saúde e cada micro-organismo oferece um tipo de risco ao organismo. Para higienizar verduras e legumes, são utilizados diferentes produtos, no entanto a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor – Pro Teste concluiu: somente a água sanitária é eficaz.
A Pro Teste avaliou em laboratório os principais produtos que prometem higienizar verduras e legumes e concluiu que apenas a água sanitária conseguiu bons resultados, eliminando ou reduzindo a quantidade de micro-organismos para um nível aceitável. Ao mesmo tempo o estudo da Pro Teste concluiu que a lavagem simples com água, método mais comum, nem conseguiu reduzir o nível dos micróbios.
Para chegar a esta conclusão, foram misturadas duas colheres de sopa de água, fermentado acético de álcool, vinagre de vinho tinto, sanitizante em gotas, sanitizante em pastilhas, vinagre de maçã, agrin e água sanitária. Em seguida, mergulhou-se por meia hora um pé de alface, com as folhas destacadas, em cada uma das misturas.
Os riscos de cada micro-organismo encontrado em verduras e legumes:
Bactérias aeróbicas mesófilas  – indicam a qualidade sanitária dos alimentos. Um número elevado desses microrganismos indica que o alimento não deve ser consumido.
Bolores e leveduras responsáveis pela deterioração dos alimentos. Sua presença pode tornar-se um perigo à saúde devido à produção de toxinas.
Coliformes totais bactérias capazes de crescer à temperatura de 35 a 37 graus, por 48 horas. Podem provocar diarreias, vômitos e mal-estar.
Coliformes fecais – bactérias que apresentam a capacidade de continuar crescendo à temperatura de 44 a 45,5 graus. Quanto maior sua presença, pior é a condição higiênica do alimento.

O cloro e sua função ! 

Para o uso doméstico ou ao lidar com alimentos em restaurantes ou hotelaria é fundamental o uso correto dos produtos que melhor combatem os agentes infecciosos presentes nas águas e verduras.
O hipoclorito de cloro e seu derivado, a água sanitária, são os produtos mais usados para tratamento da água, tratamento de poços ou cisternas, e desinfecção em geral.
Este informativo destaca o uso do Hipoclorito de Sódio e sua forma diluída, a Água Sanitária. Ambos são bastante eficientes na desinfecção de águas para consumo humano, e de seu uso por seu poder bactericida e baixo custo.
A escolha de um ou outro produto pode ser influenciada por fatores como disponibilidade dos produtos na região, quantidade utilizada e transporte.
O hipoclorito de sódio é um oxidante forte, e os produtos da oxidação são corrosivos e podem queimar a pele e causar lesões nos olhos, especialmente quando usado nas suas formas concentradas. O hipoclorito não deve ser misturado com materiais orgânicos (por exemplo, sujeiras), porque podem reagir, dando substâncias carcinogênicas.
O alvejante doméstico nunca deve ser misturado a outros limpadores domésticos, especialmente àqueles que contenham ácido, porque o resultado é a formação do gás cloro. Também não deve nunca ser misturado com qualquer coisa que contenha amônia, porque pode-se formar gás cloramina.
A urina contém amônia; portanto, não se deve usar o hipoclorito para limpar respingos de urina. Ambos, o gás cloro e a cloramina são altamente tóxicos.
O alvejante doméstico também reage bastante violentamente com o peróxido de hidrogênio.


- Higiene Alimentar

Lavagem de Verduras, Frutas e Hortaliças
Coloque numa bacia plástica água misturada com Água Sanitária, na proporção de 1 colher de sopa de Água Sanitária para cada litro de água.
Lave as verduras, frutas e hortaliças com água corrente em abundância, agite-as e depois mergulhe-as por 30 minutos na bacia plástica preparada anteriormente.
Lavar novamente com água de torneira para retirar a Água Sanitária.

- Água Sanitária: Higiene dos alimentos e desinfecção doméstica.

A Água Sanitária é um produto obtido pela diluição de Hipoclorito de Sódio em água, numa proporção de 1 para 5 e estabilizado com cloreto de sódio (sal de cozinha). Esse produto é destinado à limpeza, branqueamento e desinfecção em geral.
A Água Sanitária é conhecida, popularmente pelas expressões: água de lavadeira e cloro líquido, sendo comercializada junto ao consumidor final, através de marcas que chegam a definir o produto: Cândida, Globo, Q.Boa, etc.
O alvejante para uso doméstico que é vendido no mercado é uma solução de 2,0 à 2,5% de hipoclorito de sódio no momento da fabricação. A concentração varia de uma formulação a outra e diminui gradualmente com o tempo de prateleira.
A Água Sanitária contém entre 2,0% a 2,5% de cloro ativo e é estável, no mínimo, por seis meses.

Cuidado

  • Nunca misture o hipoclorito de sódio (2,5%) com amoníaco, nem com outros produtos de limpeza.

- Ação

Tanto o Hipoclorito de Sódio, que contém 10% a 13% de cloro ativo, como a Água Sanitária, com 2,0% a 2,5% de cloro ativo são muito eficientes no combate a doenças potencialmente transmissíveis pela água, dentre elas as febres tifóides e para-tifóides, a hepatite infecciosa e a cólera.
O combate à disseminação dessas doenças, do ponto de vista bacteriológico, consiste na desinfecção da água ou na eliminação de microrganismos patogênicos. 

- Cloro x Higiene

O uso do cloro na higiene dos ambientes é muito eficiente, mas tem de tomar cuidado. È um produto tóxico, portanto perigoso quando usado em excesso !
Hipoclorito de Sódio : Para manutenção das piscinas, desinfecção hospitalar...
O Hipoclorito de Sódio é um produto obtido da reação do cloro com uma solução diluída de soda cáustica.
O produto comercial é uma solução aquosa alcalina, que contém cerca de 10% a 13% de cloro ativo; sua coloração é amarelada e seu odor é característico.
No comércio, o Hipoclorito de Sódio é encontrado tradicionalmente em bombonas de 20 a 50 litros.
O Hipoclorito de Sódio também é conhecido pelas denominações "Hipo", "Cloro Líquido" ou simplesmente "Cloro". As duas últimas são impróprias, pois "Cloro" é de fato a denominação de outro produto.
O Hipoclorito de Sódio tem sido utilizado para desinfecção de águas destinadas a potabilidade, desinfecção de águas de piscinas, desinfecções em limpezas domésticas e hospitalares. Também é usado como matéria-prima para fabricação de águas sanitárias.
O Hipoclorito de Sódio apresenta uma característica que deve ser considerada em qualquer das aplicações antes citadas. Ele é um produto instável na sua forma concentrada (13% de cloro ativo), e perde, com o tempo, parte desse cloro ativo. Esta perda pode ser inicialmente de 0,2% a 0,3% ao dia; depois a perda é menor.
A utilização do Hipoclorito de Sódio concentrado só deve ser realizada sob a supervisão de um técnico habilitado.

- Para limpar sanitários

Intensifica-se o combate à CÓLERA mantendo-se limpas as instalações sanitárias.
Na limpeza diária, utilizar solução preparada com 1 copo de Água Sanitária para cada balde de água com capacidade de 10 litros.

- Limpeza depois de Inundações: no combate à doenças infecciosas como cólera e hepatite.

Use Água Sanitária, na proporção de 4 colheres de sopa para cada litro de água, para lavar as paredes, pisos e outras superfícies molhadas pela inundação.
Tenha certeza que desinfetou e limpou todas as superfícies contaminadas, tanto interior quanto exterior.
Você também pode remover mofo e germes das roupas lavando-as com Água Sanitária. Verifique na etiqueta se as cores resistem ao cloro. Use um copo de Água Sanitária para um tanque de lavar roupa.

- Produção de Leite e Laticínios

O Hipoclorito de Sódio é utilizado para a limpeza e desinfecções dos locais de produção de laticínios e prática de ordenhas na produção de leite.
Preparar uma solução na proporção de 40 gotas de Hipoclorito de Sódio para cada litro de água. Utilizar essa solução para desinfecção de materiais por imersão e para a higiene antes da ordenha (mão e úbere da vaca).
Na limpeza das instalações (lavagem) adicionar 2 litros de Água Sanitária ou 2 copos de Hipoclorito de Sódio em cada 1000 litros de água em reservatório no local e proceder a lavagem com esta solução.

Segurança e Higiene - Riscos à Saúde

O Hipoclorito de Sódio e a Água Sanitária podem ser corrosivas a pele e tecidos, principalmente devido ao seu poder oxidante e sua alcalinidade. Por isso, devem ser manuseados com cuidado.
Em caso de contato com os olhos, lavá-los em água corrente por 10 a 15 minutos. Se você tiver a sensação de "areia nos olhos", "vista embaçada", procure um oftalmologista; pode ser conjuntivite química.
Em caso de contato com a pele, lavá-la em água corrente por 10 a 15 minutos. Se você tem a pele sensível a produtos de limpeza, use luvas ao mexer com o produto, porque ele pode causar vermelhidão, alergia e até queimadura. Caso isso aconteça, procure um dermatologista.
Em caso de ingestão do produto, não provoque vômitos. Tome gelatina líquida ou clara de ovo, e procure um médico.
Em caso de inalação do produto em ambiente fechado, saia do local imediatamente e se você sentir falta de ar, mal estar, procure um médico.
 

Cuidados que você deve ter com a Água Sanitária ou Hipoclorito de Sódio

1. Ao comprar a Água Sanitária para desinfecção, leia atentamente a rotulagem, que deve conter os seguintes dizeres:
Registro no Ministério da Saúde.
Nome e endereço dó fabricante.
Nome do produto.
Data da fabricação.
Prazo de validade.
2. Guarde em recipiente fechado e em local ventilado e longe de raios solares e calor.
3. Nunca misture com vinagre, ácido muriático ou agente de limpeza. Pode haver liberação de gases prejudiciais à saúde.
4. Não use o Hipoclorito de Sódio direto na pele.
5. Mantenha longe das crianças e animais domésticos.
6. Não reutilizar a embalagem.
7. Use apenas as dosagens prescritas neste informativo. Dosagens não controladas podem prejudicar a saúde. 


- Transforme Água não Tratada em Água Potável

Deve-se fazer a desinfecção da água em locais não abastecidos por Sistema Público de Abastecimento de Água.
 
Sempre filtre e ferva a água antes de beber. Isso elimina vírus, bactérias ou parasitas que podem causar doenças.
agua para consumo

 IMPORTANTE:

Se você, algum familiar ou amigo
apresentar 3 ou mais episódios de
  diarreia em um intervalo de 24 horas,
procure atendimento médico.

Caso duas ou mais pessoas apresentem
diarreia, náusea, vômito e dor abdominal
depois de comer e beber alimentos da
mesma origem, isso pode ser um surto.

- Desinfecção de Águas de Fontes (Água Límpida)

Para quem usa caixa d'água, encher e adicionar 5 colheres de sopa de Água Sanitária para cada 1000 litros de água.
Após 30 minutos a água poderá ser consumida.
Para quantidades menores colocar 1 colher de chá de Água Sanitária para cada 20 litros de água.
Misturar bem e, após 30 minutos, esta água poderá se consumida.
Caso seja para apenas um litro d'água adicione 2 gotas de Água Sanitária.
Misturar bem e, após 30 minutos, estaágua poderá se consumida.

Atenção:

Não compre nem use o produto popularmente chamado de “CLORO” (líquido esverdeado ou amarelado),
normalmente vendido em qualquer quantidade sem embalagem própria. Esse é um produto muito concentrado, que pode causar intoxicações graves por ingestão (quando bebidos) ou inalação (quando cheirados), irritações violentas quando em contato com a pele ou com os olhos, além de ser extremamente perigoso especialmente para crianças e animais domésticos.

- Desinfecção de Águas Correntes (Turvas)

Caso haja consumo de água diretamente de nascentes, poços ou rios que não estejam límpidos sugere-se primeiramente filtrar esta água e em seguida colocar 1 colher de chá de Água Sanitária para cada 20 litros de água.
Misturar bem e, após 30 minutos, esta água poderá se consumida.
Faça limpeza e desinfecção frequente de seu filtro (15 em 15 dias), utilizando água e Água Sanitária.


- Desinfecção de Águas Correntes de Fontes (Águas Límpidas)

É necessário um dispositivo dosador, conhecido como "pinga-pinga", que pode ser construído usando 1 bombona (garrafão plástico) com capacidade de 50 litros e com 1 torneira plástica na sua base (dosador).
Sob a supervisão de um técnico habilitado, coloque 45 litros de água e 5 litros de Hipoclorito de Sódio ou 25 litros de água com 25 litros de Água Sanitária.

A solução obtida em torno de 1% de cloro ativo é denominada solução clorada e ficará pingando na nascente da água.
A quantidade de cloro que deve permanecer na água até a sua utilização final é conhecida como "cloro residual" e deve ser controlada para ficar numa concentração de 0,2 a 0,5 ppm (parte por milhão).
Para verificar se a concentração do cloro está compatível como desejado, deve-se escolher a torneira mais distante da nascente (dentro das residências) e aplicar o método simplificado de controle.
Feito isso, abrir ou fechar mais o dosador (pinga-pinga) até atingir o teor de cloro residual desejado.


Fonte site: faz fácil.com


São 5 litros, numa ótima embalagem de transporte, o prazo de validade é de um ano.
Recomendo vc ter um galão destes no seu kit, deixe-o lá, bem armazenado e sem acesso de animais ou crianças, local fresco. No caso de uma necessidade extrema e se tiver condições, procure o cloro em pó e produza mais em casa mesmo, pra isso os galões serão valiosos.
Voce vai precisar no seu kit de instrumentos de medida, exclusivos para o produto, aqueles copos que medem os ml, conta gotas ( uma mamadeira barata te permite manipular cargas maiores de agua medindo as gotas), um pedaço de mangueira de chuveiro ajuda muito, 2 colheres de tamanho diferentes, uma bisnaga de desodorante spray devidamente encapada pra uso na cozinha, Este kit cabe em um saquinho ou caixa de sapatos, e fica lá junto das embalagens do produto some se quiser 2 ou 3 embalagens usadas vazias, de menor capacidade pro caso de ter de carregar o produto de forma mais leve. O kit todo vai ocupar um cubo de 40 cm de lado, já contando o pote sobressalente de cloro em pó e não contando os recipientes para produzir agua sanitária em casa.

DICAS:

Não importa como capte a agua, sempre deve purifica-la e filtra-la o máximo possível.
A agua captada usada na horta, tbm deve conter gotas do produto, coliformes fecais contaminam as plantas e animais da mesma forma que os humanos.

MAIS USOS:
Finalmente você vai aprender como fazer lâmpadas com garrafas pet e com isso economizar energia elétrica. Com as contas subindo cada vez mais, computador tendo que ficar mais e mais tempo ligado, a melhor forma de economizar é criando lâmpadas que não gastam energia elétrica e duram anos e anos sem manutenção alguma 

Os materiais necessários para isso são:

  • Garrafa PET transparente
  • água sanitária ou cloro
  • água da torneira
  • tubo de filme fotográfico (ou alguma outra coisa para proteger a tampa da garrafa)
    É bem fácil de fazer: Basta encher a garrafa PET com água e colocar um pouquinho de água sanitária (ou cloro). Agora é só tampar bem para evitar que a água seque. Por fim, coloque o tubo de filme na tampa para evitar o ressecamento causado pelos raios luminosos.
    Agora é só fazer uns furos no telhado e fixar a lâmpada com massa de vidraceiro, lembrando que se o serviço não for bem feito, qualquer chuvinha será sinônimo de goteira no seu barraco ;D
    Se quiser saber mais sobre essas lâmpadas e ver como tudo foi feito, basta ver o vídeo:



    HERBICIDA? VC QUE SABE, EU PREFIRO FUMO!


    Como fazer um baseado herbicida lixívia
    O processo de fazer o herbicida lixívia é fácil. Você só tem que misturar um litro de água com um copo cheio de água sanitária, em seguida, conter a solução em um borrifador. É uma boa idéia de rotular o frasco de modo que você não misture tudo e armazenar o frasco com as ferramentas de jardinagem e outros suprimentos.
    Como utilizar um herbicida baseado lixívia
    Ao pulverizar as plantas daninhas, o objetivo do frasco de spray na base das plantas daninhas, com cuidado para não pulverizar as plantas bem que pode estar por perto. Use o herbicida em todas as ervas daninhas que crescem em seu gramado ou jardim e vê-los no dia seguinte. Não demorou muito para as ervas daninhas morrem a partir da lixívia.

    E A CEREJINHA DO BOLO:

    CAMUFLAGEM:

    Compre um pedaço de tecido, verde, preto, cinza....... recorte papel em forma de folhas variadas e distribua sobre o tecido, pegue um borrifo coloque agua sanitária dissolvida em agua e comece a borrifar sobre tudo, logo o tecido perde cor e se torna um tipo de camuflagem.........deu pra captar a idéia né, a beleza da coisa vai da sua criatividade e pesquisa!





Translate

Publicidade